Collab entre New Relic e Pivotal promete transformação digital

Collab entre New Relic e Pivotal promete transformação digital

Durante a SpringOne Platform, a conferência anual da Pivotal, foi anunciado que a New Relic e a Pivotal desenvolveram em conjunto uma solução tecnológica para instrumentar, monitorar, medir, otimizar e acelerar o Pivotal Cloud Foundry.

Com o projeto oficializado na capital estadunidense, Washington D.C., em setembro de 2018, grandes expectativas no mercado de TI foram levantadas entorno da solução.

Durante a apresentação em primeira mão em alguns workshops e em um evento de network privativo, desenvolvedores, engenheiros operacionais e executivos demonstraram entusiasmo e otimismo em relação à solução.

Conceitos centrais

A modernização da aplicação no Pivotal Cloud Foundry veio das novas tendências em API-first, arquiteturas, containers, integração contínua / implementação contínua (CI/CD) e DevOps.

O conceito e o foco da solução estão em quatro áreas chaves:

1.Produtividade do desenvolvedor;
2.Eficiência do operador;
3.Compreensão de segurança;
4.Alta disponibilidade;

Quando a plataforma Pivotal Cloud Foundry é iniciada, ela habilita processos que permitem modernizar como as equipes de desenvolvedores sustentam as aplicações.

Considerando o impacto causado pelas atualizações da Pivotal, as ferramentas produzidas pela NewRelic tornam-se vitais para o desenvolvimento de arquiteturas sofisticadas, monitorar e resolver conflitos, além de avaliar o valor das aplicações no mercado.

O valor do ecossistema Pivotal e New Relic

O maior benefício para o usuário são a visibilidade, atributos e velocidade. Por mais simplista que possa parecer, esses são valores muito importantes principalmente na fase de implementação de arquitetura.

Eles são igualmente importantes na fase de rodar as operações, as constantes atualizações, e na experiência do cliente.

Além disso, a tecnologia New Relic aumenta a visibilidade de toda a pilha de dados. O painel de controle disponibiliza o monitoramento completo de infraestruturas, aplicações, microsserviços e containers.

Os sistemas New Relic que fazem parte do projeto são:

  • Service Broker: é o responsável por implementar o sistema APm da New Relic nas aplicações do Pivotal Cloud Foundry;
  • Nozzle: monitora os componentes das infraestruturas do PCF;
  • Browser e Mobile: coletam os dados da experiência do usuário ao final da sessão;
  • Synthetics: simula o engajamento do usuário para identificar e antecipar eventuais conflitos;

Com o Spring 5 também é possível utilizar o APM para ter um panorama completo das aplicações e serviços.

Vantagens adicionais

A New Relic também anunciou um novo sistema de alerta capaz de detectar outliers e incidentes de contexto.

A ferramenta foi desenvolvida para detectar automaticamente configurações e comportamentos anômalos nas aplicações.

Isso facilitará o trabalho dos engenheiros para determinar qual infraestrutura, cluster conjunto de recursos ou aplicativos apresentam conflitos.

Outro conjunto importante é o 5S (speed, stability, scalabililty, saving e security*). O sistema Pivotal utiliza o método valeu-stream analysis para articular as métricas do PCF e cruzá-los com o 5S.

Os painéis de controle do Pivotal Cloud Foundry podem ser configurados com os parâmetros relevantes definidos pela empresa ou projeto, permitindo a otimização de recursos alocados no servidor.

*Velocidade, estabilidade, escalabilidade, salvamento e segurança.

Deixe uma resposta

Fechar Menu