New Relic anuncia suporte para o Spring 5

New Relic anuncia suporte para o Spring 5

Recentemente a New Relic anunciou uma parceria para dar suporte ao framework para Java Virtual Machine da Pivotal. O líder no mercado de TI Spring.

A versão Spring 5 receberá o suporte do New Relic APM, um software para gestão e monitoramento que será integrado aos serviços de aplicações do Spring.

Além do upgrade APM, há muitos outros recursos disponíveis para facilitar o controle e monitoramento da comunicação das aplicações.

Porém, a principal mudança no Spring 5 é a introdução do WebFlux, uma rede de framework que aplica I/O sem bloqueios para solicitações de entrada e saída nas chamadas de web client.

O que faz o APM?

De forma sucinta, o New Relic APM é um gerenciador de apps que permite:

  • Encontrar problemas ou conflitos.
  • Reduzir o MTTR;
  • Fornece um panorama completo de métricas de aplicativos em dispositivos móveis, navegadores, datastores e hosts;

O APM também fornece as sete linguagens de programação líderes no mercado para facilitar a resolução de erros e bugs. Além de alertas em incidentes críticos antes que o cliente seja afetado.

Há diversas ferramentas no software que o torna extremamente atrativo para empresas, profissionais autônomos e liberais por gerir e monitorar o desempenho, dependência e os gargalos dos aplicativos em tempo real.

O que é o Spring WebFlux?

Toda a estrutura Web da Pivotal foi desenvolvida especificamente para as plataformas Servlet API e Servlet. A versão Spring WebFlux presente no Spring 5 é um framework sem bloqueios que trabalha com dados reativos.

Quando executado, ele espelha os módulos originais e coexistem dentro do framework do Spring.

Em outras palavras, as aplicações podem usar um ou outro módulo. Se necessário, pode também utilizar as duas ao mesmo tempo.

Como funciona o suporte New Relic APM no Spring 5

Dentro da parte operacional do framework, o APM é responsável por identificar as solicitações recebidas das aplicações e rastrear as atividades de rotas e outros métodos.

É possível utilizar o suporte também para identificar afunilamentos e falhas de serviço com o WebFlux.

Além disso, ele possibilita inteirações com outros produtos, como o New Relic API para customizar e otimizar o async com os serviços reativos.

Em última análise o suporte da New Relic fornece o gerenciamento de todas as chamadas dentro do contexto em que estão distribuídas no sistema.

Ele também possibilita a comunicação e interação de serviços alocados em diferentes frameworks e linguagens.

Para programar serviços independentes os códigos devem ser feitos em Java ou Kotlin utilizando o Spring Boot ou app servers como o Apache Tomcat e Eclipse Jetty.

 

Este artigo foi útil? Compartilhe. Ficou com dúvidas? Entre em contato.

Deixe uma resposta

Fechar Menu